20.7.04

Briga de Faca

A faca
objeto de aço
objeto do medo.
 
A faca
objetivo é o corte
e é a ponta
riscadora de pele
comedora da carne
invasora da privacidade do corpo.
 
A faca
é o vetor da tragédia
das vidas equilibristas
que pendem no fio
confiantes apenas no equilíbrio acrobático
para evitar o encontro final com o chão
e a humilhação frente ao público pagante.
 
Lampejo, silvo agudo e rebrilho
tudo contido em seu trajeto-avante.
Se nesse caminho encontra uma irmã,
grita dissonante e explicita efusiva
o fogo de sentimentos de ciúme e paixão
feitos de encomenda para caberiam apenas num tango
que ainda está para ser finalizado.


Um comentário:

Angelina disse...

Adorei! Principalmente a terceira estrofe.
Ótima idéia colocar suas pequenas obras aqui, adoro ler você! hehe
Beijos.