1.6.09

Trabalhando a pé

Tem um tempinho que escrevi uma reportagem a respeito da relação -- nem sempre bem resolvida -- entre design de mobiliário e ambiente de trabalho. Sobre como ela afeta a saúde dos trabalhadores e a produtividade das empresas... É uma típica pauta enguiçada que vira e mexe dá as caras por aí com resultados variáveis (embora eu ache que não cabe eu ficar levantando bandeira
em causa própria nesse espaço fico devendo link para a minha).

Estou falando nisso porque, na apuração ,descobri que tem gente fazendo móveis que permitem passar uma parte do expediente trabalhando em pé -- vc regula a altura da mesa e pronto. Na teoria a idéia é boa. Mas, como todo bom conceito, pode degenerar em coisa ainda pior do que o que já existe...

(deu no Blue Bus)

2 comentários:

Môni disse...

E a empresa pode ser processada por problemas circulatórios dos funcionários? rs
Dia desses uma loja, até famosinha, em Santos foi processada por um vendedor que alegou ser proibido de sentar durante o expediente. Foi obrigada a pagar tratamento para circulação, inluindo cirurgia de varizes.

Fábio R. disse...

Uai! Ele está mais é certo. Um patrão transformar o período de trabalho num exercício meticuloso de crueldade só para botar uns caraminguás a mais no bolso está entre as coisas mais incrivelmente patéticas e cruéis que eu consigo imaginar.